Regular volume da sirene em alarmes com comando original

chave originalEm modelos de alarme para veículos com comando original é também possível( aconselho até que o façam no artigo sobre uma nova forma de roubo de carros), aumentar o volume da sirene de forma a nos dar mais uma indicação que o alarme foi activado.O processo para regular volume é  semelhante ao necessário para os modelos com comando á distancia, com a diferença que todos os passos são efectuados através do botão colocado no led.

Para aumentar ou diminuir o volume dos toques da sirene é então necessário entrar na programação, para isso necessita do pin code fornecido pelo fabricante ou o código por si introduzido.

Com o alarme desligado, abra a porta do condutor e o capot e ligue a ignição.Digite o pin code.Se todas as condições estiverem satisfeitas, o led colocado no tablier irá piscar e passados cerca de 3 s o sistema dará a indicação de entrada na tabela de regulação do buzzer através dos indicadores de direcção do carro.

Está agora na tabela que permite aumentar ou diminuir o volume da sirene (quando liga ou desliga o alarme).

Se deseja aumentar o volume, pressione repetidamente e em toques curtos o botão que se encontra no led.O volume irá aumentar a cada toque.Caso o volume esteja muito alto, não queremos incomodar os vizinhos pois não, pressione o botão em toques prolongados, uma vez mais o som da sirene vai reduzindo a cada pressionar do botão.

Pode repetir este processo as vezes que desejar até encontrar o nível sonoro pretendido, assim que verificar que o volume da sirene é  suficiente para que o ouça ao ligar e desligar o alarme, mas ao mesmo tempo não incomodativo para os vizinhos, basta desligar a ignição, fechar a porta e o capot para o sistema sair do modo de programação.

Mais uma vez aconselho a utilizarem esta função dos alarmes cobra, as novas formas encontradas pelos amigos do alheio (utilização de Jammers), obrigam a que todas as indicações de que o alarme está ligado quando abandonamos a viatura nos sejam fornecidas, mesmo utilizando modelos  CanBus.

Se gostaste deste artigo....
Então podes partilhar...
...E subscrever a newsletter gratuita!